domingo, 25/08/2019

Palmeiras goleia Godoy Cruz e avança as quartas da libertadores

Palmeiras goleia Godoy Cruz e avança as quartas da libertadores

Palmeiras faz 4x0 no time argentino e se garante nas quartas de final da libertadores.

O Palmeiras está nas quartas de final da Copa Libertadores. Nesta terça-feira, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari recebeu o Godoy Cruz, no Allianz Parque, pelo jogo de volta das oitavas do torneio continental, e não decepcionou sua torcida, que lotou o estádio alviverde. Depois de um primeiro tempo apático, o Verdão voltou com tudo para a etapa complementar e conseguiu sair de campo com a importante vitória por 4 a 0, graças aos gols de Raphael Veiga, de pênalti, depois de o VAR entrar em ação para que a infração fosse marcada, Borja, aproveitando o vacilo do goleiro adversário, Scarpa e Dudu.

PUBLICIDADE

Agora, o Palmeiras aguarda o vencedor do duelo entre Libertad, do Paraguai, e Grêmio para saber quem será seu próximo adversário na Libertadores. No jogo de ida, o Tricolor gaúcho levou a melhor, vencendo o rival por 2 a 0, gols de Diego Tardelli e David Braz. A decisão acontece nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no estádio Defensores Del Chaco.

Pelo segundo ano consecutivo o Palmeiras avança às quartas de final da Libertadores. No ano passado, o Verdão chegou até a semifinal do torneio, sendo eliminado pelo Boca Juniors. Em 2017, caiu nas oitavas para o Barcelona de Guayaquil, do Equador. Nesta terça, o time de Felipão jogava pelo empate depois de ter voltado da Argentina com o placar de 2 a 2. O Godoy Cruz só avançaria com uma igualdade no marcador se fosse por 3 ou mais gols.

O jogo – Logo no primeiro minuto de jogo o Palmeiras deu o primeiro susto no adversário. Raphael Veiga mandou a bola na área e, após bate-rebate, a bola sobrou para Luan, que bateu de primeira, mas sem precisão. Ainda assim, seu arremate cruzou toda a área do Godoy Cruz, porém, ninguém desviou para o fundo das redes.

Já aos 12 minutos foi a vez de o Palmeiras atacar de uma forma um tanto quanto incomum. Marcos Rocha abandou a lateral direita e, centralizado, correu rumo à grande área. Enquanto isso, Willian, aberto, fez o cruzamento na cabeça do camisa 2, que não conseguiu finalizar de maneira certeira.

Com Dudu atuando no meio e Raphael Veiga aberto pela esquerda, o Verdão tentava surpreender o Godoy Cruz de alguma forma, mas o que a torcida alviverde viu no primeiro tempo foi uma equipe com pouca criatividade. Embora não tenha sido agredido, o time comandado por Felipão também não dominou os visitantes como todos imaginavam. Cometendo erros bobos e pecando no último terço do campo, coube ao Palmeiras se conformar com o empate em 0 a 0 ao fim do primeiro tempo.

Segundo tempo

Se o Palmeiras foi apático na primeira etapa, no segundo tempo a história foi diferente. Logo aos quatro minutos por pouco a torcida não extravasou nas arquibancadas do Allianz Parque. Willian recebeu na direita, deu um lindo corte no marcador e cruzou na cabeça de Gustavo Gómez, que viu o goleiro fazer a defesa à queima-roupa em dois tempos.

Pouco depois, aos 11 minutos, não teve jeito. Após o árbitro marcar pênalti para o Palmeiras com o auxílio do VAR pelo fato de o zagueiro ter tocado na bola com o braço, Raphael Veiga foi para a cobrança e não desperdiçou, batendo forte, no cantinho, para abrir o placar.

Não satisfeito com a vantagem parcial, o Palmeiras tratou de não correr qualquer risco de ser surpreendido balançando as redes mais uma vez e praticamente assegurando a classificação às quartas de final da Libertadores aos 28 minutos, quando Weverton repôs a bola no campo de ataque, e Borja aproveitou a saída do goleiro para ficar com a sobra depois de o goleiro Mehring se chocar com a defesa e deixar a meta do Godoy Cruz sem ninguém, facilitando a tarefa do atacante colombiano, que precisou apenas empurrar para o fundo das redes com um carrinho.

Antes do apito final, ainda deu tempo para Gustavo Scarpa, que havia entrado na vaga de Raphael Veiga, carimbar a trave e, posteriormente, aos 38 minutos do segundo tempo, ir às redes ao completar de primeira o cruzamento de Dudu, não dando chances para que o goleiro Mehring fizesse a defesa. Já nos acréscimos, foi a vez de Dudu receber livre pela direita, dentro da área, e soltar a bomba, no ângulo para fechar a conta, transformando a elástica vitória em goleada.

PUBLICIDADE

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.
 

Últimas Notícias