UMUARAMA/PR

Governador do Paraná anuncia 6 mil vagas em novos concursos públicos

Governador do Paraná anuncia 6 mil vagas em novos concursos públicos

O anúncio foi feito em coletiva para a imprensa no Palácio Iguaçu. “A proposta apresentada pelo governo soma alguns bilhões de reais.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta quarta-feira (3) que o Governo do Paraná vai preparar novos concursos públicos para contratar mais servidores para atuarem em diversas áreas da administração pública estadual. A medida foi um dos itens apresentados pelo governo aos deputados estaduais, que inclui também o reajuste de 5,09% no salário do funcionalismo nos próximos quatro anos.

O anúncio foi feito em coletiva para a imprensa no Palácio Iguaçu. “A proposta apresentada pelo governo soma alguns bilhões de reais. Só as contratações de novos servidores são R$ 200 milhões por ano a mais de gasto com folha do Estado”, disse Ratinho Junior.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A proposta apresentada pelo governador prevê a contratação de 2.560 policiais militares, 400 policiais civis (incluindo 50 delegados, 50 papiloscopistas e investigadores), 96 peritos e médicos para a Polícia Científica, 1.269 agentes de cadeia para o sistema prisional, 400 profissionais para Secretaria da Saúde, 80 para a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e 988 professores.

Também foram previstos concursos para contratação de servidores para o Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE), que inclui profissionais para a Administração Direta, para o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e para o Teatro Guaíra.

De acordo com a Secretaria da Administração e Previdência, o Estado tem atualmente 134.347 servidores efetivos, 32.059 servidores temporários e 2.241 comissionados, que não têm vínculo com o Estado.

PERÍCIA – O governo ainda instituiu oito polos de perícia médica no interior do Estado, em Paranavaí, Apucarana, Cascavel, Campo Mourão, Cianorte, União da Vitória, Jacarezinho e Paranaguá. Serão licitadas clínicas com médicos do trabalho. O processo está sob análise da Procuradoria-Geral do Estado e em breve segue para a Secretaria de Administração e da Previdência para efetivação.

CONDIÇÕES – Para cumprir a agenda de reajuste e novas contratações, sem ultrapassar o limite com as despesas de pessoal ativo e inativo imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o Estado prevê o fim da licença prêmio. Serão preservadas as licenças já adquiridas e instituído um programa para indenizar ou assegurar o usufruto destas.

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

# Veja Também

Homem é preso acusado de estuprar adolescente em Nova Cantu

Nas primeiras horas da última terça-feira (27) uma equipe policial se deslocou até...

Menino de dois anos morre após cair de sofá em Loanda

Uma criança de dois anos morreu na tarde de quinta-feira (29) em Loanda....

UEM abre inscrições para o vestibular EAD nesta quarta-feira

A UEM abre, nesta quarta-feira (21) o prazo de inscrição para o Vestibular...

Jovem de 19 anos é morto a tiros dentro de casa, em Maringá

Um jovem de 19 anos foi morto a tiros dentro da casa onde...

# Mais Notícias

Homem é preso acusado de estuprar adolescente em Nova Cantu

Nas primeiras horas da última terça-feira (27) uma equipe policial se deslocou até Goioerê, onde efetuaram a...

Menino de dois anos morre após cair de sofá em Loanda

Uma criança de dois anos morreu na tarde de quinta-feira (29) em Loanda. Segundo a Polícia Militar...

Imigrantes achados mortos em contêiner pensavam que iam para Itália

Os sete imigrantes encontrados mortos dentro de contêiner de fertilizantes em Assunção, no Paraguai, pretendiam chegar a...

Mais de 60% das crianças ainda não foram vacinadas contra a pólio

Desde o início da Campanha Nacional de Vacinação, no dia 5 de outubro até hoje (26), apenas...