quarta-feira, 26/02/2020

Homem assassinado tem o túmulo violado e caixão incendiado em Juranda

Homem assassinado tem o túmulo violado e caixão incendiado em Juranda

Paraibinha foi morto com 20 facadas. Os dois suspeitos do crime estão presos em Umuarama.

A equipe da Polícia Civil de Ubiratã, junto com a equipe da Polícia Militar de Juranda, está realizando investigações no sentido de tentar identificar a autoria da violação da sepultura de Michel Lopes de Oliveira, 30, mais conhecido como “Paraibinha”, que foi morto a facadas no sábado (8), em Umuarama.

PUBLICIDADE

A violação aconteceu na madrugada de quarta-feira no cemitério de Juranda, onde ele foi sepultado, e pessoas jogaram gasolina no caixão e atearam fogo, comas chamas chegando a atingir o cadáver de Paraíba.

O fato foi descoberto na manhã de quarta-feira, quando ainda havia fumaça saindo do túmulo. Conforme informações obtidas pelo Goionews, Paraibinha tinha muitas desavenças em Juranda.

Morte

Paraibinha foi morto com pelo menos 20 facadas no último sábado (8), em Umuarama. Ele teria discutido com duas pessoas que prestaram serviços a ele e que também são moradores de Juranda.

Os envolvidos não teriam chegado a um acordo sobre o pagamento dos serviços prestados pelos funcionários em obras realizadas no ferro-velho da vítima e também na casa de um familiar seu. Ele foi morto com 20 facadas. Os dois suspeitos do crime estão presos em Umuarama.

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.
 
error: